05/12/2014 16:19  •  Atualizada em 09/12/2014 22:59

Robston: "Eu não passei pelo Atlético, eu deixei meu nome na história do clube"

O volante afirma que o Dragão botou medo no Goiás com seu crescimento avassalador


Gerliézer Paulo/ Futebol de Goyaz

Um dos mais polêmicos jogadores do futebol goiano neste século XXI, Carlos Robston Ludgero Júnior, o Robston no mundo da bola ou o Juninho para os familiares e amigos, será o convidado deste domingo, 7, do Futebol de Goyaz e suas histórias, a partir do 12h, na Rádio 730.

O volante conta sobre sua infância tendo trabalho desde cedo para ajudar em casa, o início da carreira no Distrito Federal e os fracassados testes realizados como centroavante até disputar vaga no meio-campo e ser aprovado nas categorias de base do Gama-DF. Uma grave lesão no joelho, sofrido no estádio Serra Dourada, quase o fez abandonar o esporte. Foi salvo por um político, bastante polêmico e conhecido nos noticiários nacionais - Luis Estevão.

Robston relembra sua passagem vitoriosa com a camisa do Atlético de 2006 até o meados de 2013, antes de se transferir para o Vila Nova na disputa da Série C do Brasileiro, seu sonho de vestir a camisa do Goiás e a relação emocionante com a torcida colorada.

Derrotas, brigas, glórias e declarações contundentes, Robston é o nosso personagem neste domingo. Confira mais uma edição!!!!

O Futebol de Goyaz e suas histórias tem o apoio das Tintas Colatex na missão de resgatar a origem do nosso futebol.



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O Vila Nova foi o primeiro time goiano a disputar uma competição nacional oficial. Em 1963, o time colorado participou da Taça Brasil.