14/10/2014 18:03  •  Atualizada em 04/12/2014 16:42

Historiador relembra a vida colorada iniciada na década de 1940

O time da vila famosa celebra 71 anos de história, glórias e muitas expectativas para o futuro.


Renato Dias/Revista Vila Nova

Nascido do entusiasmo do coronel Francisco Ferraz de Lima e abençoado pelo padre João Balestiere e a primeira dama, Gercina Borges, o Vila Nova tem em seu DNA a marca do povo. Com as cores da paixão, o Vila Nova Futebol Clube nasceu no bairro que o batiza, uma vila de operários, que tinha no Tigrão a sua alegria nos finais de semana. Cresceu sob a batuta de Onésio Brasileiro Alvarenga e se tornou gigante;

A dificuldade sempre esteve no cotidiano colorado e o clube teve que mudar de nome duas vezes. Foi Operário Futebol Clube, foi Araguaia, mas nunca deixou de ser o time que representava o povo mais humilde da jovem capital.

Para relembrar a história colorada, o jornalista e historiador Renato Dias foi nosso convidado para contar fatos e curiosidades da trajetória de 71 anos do time da vila famosa.

Confira a 25ª edição do Programa Futebol de Goyaz e suas histórias:



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Além dos tradicionais estádios Pedro Ludovico Teixeira e Antônio Accioly, outro campo também recebia jogos de times goianienses na década de 1940, do século passado. O Colégio Liceu de Goiás manteve um time de futebol formado pelos estudantes que mandavam seus jogos no campo que ficava no pátio do estabelecimento de ensino.

Históricos em destaque

Atlético-GO (BRA)

91 x 94

Vila Nova-GO (BRA)

Ver histórico completo



Flamengo-RJ (BRA)

24 x 9

Goiás-GO (BRA)

Ver histórico completo