14 de agosto de 2020
  • WhatsApp
  • Comunicar erro

NOTÍCIAS

07/06/2020 01:15  •  Atualizada em 07/06/2020 09:22

Após seis anos, Fernandão segue presente no imaginário do torcedor

Memória do ídolo mexe com fãs do Goiás e Internacional. Atacante nos deixou com entrevista agendada

Divulgação

O projeto do Futebol de Goyaz se orgulha de resgatar a memória do futebol goiano. Temos um espaço criado para valorizar a construção deste esporte em Goiás. Ao longo do tempo, conseguimos entrevistar várias lendas do esporte, mas outras somente podemos contar a história por meio de relatos e documentos. Somos testemunhas oculares da carreira de Fernandão, ídolo do Goiás, e dizemos que sua carreira foi brilhante. Um personagem que deixou muita saudade com o adeus repentino, inesperado. Uma fatalidade, naquele 7 de junho de 2014. O craque tinha nos prometido uma entrevista em breve, após aquela Copa do Mundo de 2014, mas não houve depois.

A ideia da entrevista era contar a trajetória de Fernando Lúcio da Costa, que no futebol ficou conhecido por Fernandão. O aumentativo não era literal por seus 1,90m, mas pelo tamanho de jogador que se tornou e pelo coração maiúsculo que tinha. O jogador foi um exempliar genuíno do Goiás, pois saiu das escolinhas do clube para se tornar multicampeão. Estava tudo acertado, o então ex-jogador trabalharia como comentarista durante a Copa do Mundo, no Brasil, e depois bateria um papo conosco para o programa de rádio que era veiculado na Rádio 730 (Sagres).

Como um dos maiores ídolos do Goiás, presente no pentacampeonato esmeraldino entre 1996 e 2000, além do título de campeão da Série B e duas edições de Copa Centro-Oeste, Fernandão brilhou em Goiânia e buscou novos ares na França. Em Porto Alegre, com a camisa colorada do Internacional fez história e se tornou um ídolo máximo no clube, com direito à estátua. Justa homenagem.

Antes de se aposentar, Fernandão voltou ao Goiás em 2009, mas não conseguiu mesmo brilho de antes por diversas razões. Ainda jogou pelo São Paulo antes de pendurar as chuteiras. Bem articulado e com grande visão de jogo, Fernandão trabalhou como diretor e técnico no Inter.

Sua carreira vitoriosa virou tema de um tributo no "Futebol de Goyaz e suas histórias". Sua trajetória ainda está muito presente na retina do torcedor, seja esmeraldino ou dos colorados gaúchos. O dia 7 de junho se tornou uma data para lembrar de como Fernandão é importante para a história do futebol goiano e brasileiro.

Mais:

Confira o programa em homenagem a Fernandão

Veja a ficha do atacante Fernandão

Mais notícias

12/08/2020 - Atlético-GO disputou jogos de Norte a Sul pela Série A e tem o Pacaembu como 'segunda casa'
12/08/2020 - Em sua 40ª participação na Série A, Goiás rodou o Brasil para jogar na elite nacional
10/08/2020 - #TBT | Adriano marca duas vezes e Goiás arranca empate por oito gols na Série B 1994
09/08/2020 - Goiás já foi eliminado, mas nunca perdeu na Serrinha por competição nacional
07/08/2020 - Os caminhos do Vila Nova na história da Série C do Campeonato Brasileiro
Desenvolvido por brgomes.com