23/09/2016 22:09  •  Atualizada em 23/09/2016 22:11

Quanto vale 6 contas de água e dezenas de pares de chuteira?

O personagem deste domingo relembra com bom humor o grande investimento feito pela Saneago para o contratar para a disputa do campeonato amador


Futebol de Goyaz/João Paulo di Medeiros

A 123ª edição do Futebol de Goyaz e suas histórias tentará recuperar quase 40 anos de história dedicadas ao futebol goiano. Iron Gonçalves é um dos renomados funcionários em que a trajetória do clube se confunde com a da própria pessoa. O programa vai ao ar, no domingo, a partir do meio dia, na Rádio 730 sendo apresentados por Vinicius Tondolo, Gerliézer Paulo, João Paulo di Medeiros e Rafael Bessa.

Como jogador, inicialmente, Iron se destacou nos gramados de Pires do Rio. Chegou a Goiânia e logo foi defender as cores do Vila Nova Futebol Clube ainda nas categorias de base. A quantidade de gols chamou a atenção da diretoria do time de futebol da Saneago que o contratou por alguns pares de chuteiras e a quitação de seis contas de água em atraso. História que ainda rende muitos detalhes...

A partir de 1980, Iron Gonçalves, já com a graduação em educação física concluída, começou a trabalhar no Vila Nova como preparador físico onde permaneceu até o início dos anos 2000. Foi treinador em algumas oportunidades de forma interina até assumir a função de supervisor de futebol.

São mais de 52 mil resultados cadastrados, mais de 5 mil jogadores catalogados e mais de 4 100 fichas completas. No site também estão todas as edições do programa Futebol de Goyaz e suas histórias.

Conhece um ex-jogador? Nos indique. Use o whatapp 062 99666 9146, nosso novo canal de participação com nossos seguidores. Envie áudio, relembre um jogo inesquecível. Peça detalhes de um grande ídolo. Quem sabe, você é o próximo a participar de nosso programa.

Sabe de um potencial anunciante? Nos repasse. Quer dar visibilidade à sua Marca ou Produto? Fale com a gente. Estamos desenvolvendo um trabalho para ficar eternizado na história. Participe conosco!

A Rede da Construção apoia o resgate das origens de nossa paixão!



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Em 1985, A Caixa Econômica Federal ofereceu o prêmio de Cr$ 400 mil para o jogador que fizesse mais gols no segundo semestre. O atacante Bill do Atlético marcou 24 gols, ganhou o dinheiro e, por isso, recebeu o status de "artilheiro do Brasil".