09/05/2016 09:51  •  Atualizada em 09/05/2016 09:53

Campeonato Goiano já teve cinco decisões de título por pênaltis

Goiás, duas vezes, Vila Novas, duas vezes, e CRAC conquistaram troféus nestas disputas


TV 730 / Reprodução

A temporada de 2016 foi a quinta em que um título do Campeonato Goiano foi decidido na cobrança de penalidades máximas. As anteriores ocorreram em 1973, 2003, 2004 e 2005.

Em 1973, o Vila Nova venceu o Goiás no primeiro jogo por 2 a 1. Na volta, vitória alviverde por 2 a 0. Depois que a prorrogação acabou empatada por 0 a 0, os dois times decidiram o título nos pênaltis. Os colorados converteram as três cobranças. Os esmeraldinos desperdiçaram a primeira, e o título ficou com o tigre.

Em 2003, O Novo Horizonte venceu o Goiás por 2 a 1, em Ipameri. No jogo de volta, no Serra Dourada, o Verdão devolveu o placar. Nos pênaltis, o time esmeraldino ganhou por 3 a 2.

No ano de 2004, o Vila Nova ganhou o jogo de ida por 2 a 1. O CRAC venceu o confronto de volta por 3 a 0, em Catalão. Nos pênaltis nova vitória catalana, desta feita, por 5 a 4.

Em 2005, Goiás e Vila Nova empataram os dois jogos da final, por 1 a 1 e 0 a 0, respectivamente. Na cobrança de pênaltis, os alvirrubros venceram por 3 a 1.

Finalmente, em 2016, Anápolis e Goiás ficaram no empate nas duas partidas da final. Na decisão por pênaltis, o alviverde ganhou por 5 a 4.



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Em 1965, a Fundação de Esportes proibiu jogos amistosos entre times goianos e equipes como São Paulo, Vasco, Santos e Botafogo para evitar o "estrangeirismo". Como medida, a fundação passou a cobrar taxa de 34% sobre a renda bruta dos jogos diante desses adversários.