18/03/2016 22:13  •  Atualizada em 18/03/2016 22:13

Quatro décadas dedicadas ao apito

José Muniz Brandão nasceu no Espírito Santo e veio a Goiânia em busca do eldorado goiano. Foi dentro de campo que eternizou em nossa história


Vinicius Tondolo/FuteboldeGoyaz

Se você torcedor do Vila Nova, tem menos de 40 anos não chegou a ver este fato. Se você tem acima desta idade, com certeza já tentou se justificar (se for vilanovense) ou acusou de favorecimento pela arbitragem (caso seja qualquer um dos rivais). Neste domingo, a partir do meio dia, na Rádio 730, a equipe Futebol de Goyaz e suas histórias vai destaca a carreira de um dos grandes personagens daquele dia: José Muniz Brandão, o capixaba mais goianiense que já nos deparamos.

José Muniz Brandão foi árbitro da Federação Goiana de Futebol por quase 40 anos. Viu o Anápolis ser campeão em 1965, os estádios Serra Dourada e JK serem inaugurados; por fim ainda administrou o Serra e o Olímpico (este último no ano de 1987).

Perfil de José Muniz Brandão

Mesmo com tantas virtudes, bom humor e estilo próprio, Brandão ficou marcado por um lance no duelo entre Vila Nova e Itumbiara, no dia 12 de julho de 1977. O vencedor levaria a vaga para a disputa do campeonato nacional. Falta assinalada para o tricolor. O juiz vira de costas. Quando volta os olhos para a bola... esta história, ele conta na edição #98 do nosso programa.

IMPERDÍVEL!!!!!!!!!!!

São mais de 50 mil resultados cadastrados, quase 5 mil jogadores catalogados e mais de 3 000 fichas completas. No site também estão todas as edições do programa Futebol de Goyaz e suas histórias.

Conhece um ex-jogador? Nos indique. Use a hashtag #futeboldegoyaz no twitter e nos indique o jogador que gostaria de saber as histórias.

Sabe de um potencial anunciante? Nos repasse. Quer dar visibilidade à sua Marca ou Produto? Fale com a gente. Estamos desenvolvendo um trabalho para ficar eternizado na história. Participe conosco! A Rede da Construção faz parte do time que está resgatando as origens de nossa paixão!



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O Campinas teve dois artilheiros de campeonatos goianos: Waltercides com 19 anos, em 1963, quando o clube se chamava Campineira e Lindenberg, em 1971, que dividiu a artilharia com Carlos Ramos, do Goiânia, ambos com 9 gols.