29/08/2014 12:18  •  Atualizada em 18/08/2015 17:53

Sucesso do passado, Campinas Esporte Clube ainda se mantém vivo no coração da capital

Rolid Jaber é o entrevistado nesta edição do "Futebol de Goyaz" para reviver a história da Sucuri da Chácara


Encravado no coração da Vila Santa Helena, vive um dos clubes mais tradicionais de nossa capital. Desconhecido do grande público na atualidade, os mais saudosos, por amor, não esquecem do campininha dos tempos do futebol amador.

Filho de um grupo de apaixonados pelo futebol nos idos anos de 1940 e 1950, vindo da famosa Associação Campineira e fortalecido pela, não menos gloriosa, Vila Aurora, o Campinas Esporte Clube surgiu e chegou a incomodar as grandes forças do futebol goiano.

Reduto do futebol amador, O Campinas pouco durou entre os profissionais do futebol goiano, chegou a fundir com o Vila Nova Futebol Clube, mas a parceria durou pouco tempo. No entanto, tempo suficiente para produzir história inesquecíveis como o título colorado de campeão goiano em 1973.

Em uma nova fase, o Campinas renasceu nos últimos anos e voltou a disputar campeonatos das categorias de base. Rolid Jaber, um dos fundadores do Campinas, ainda vive para ver o filho Robinho tocar um sonho antigo de família que corre nas veias.

Saiba mais sobre o Rolid Jaber

Confira mais uma edição do Futebol de Goyaz e suas histórias:



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O primeiro time de futebol de Goiânia foi fundado no dia 28 de abril de 1936. A União Americana Esporte Clube foi idealizada por jovens que migraram da Cidade de Goiás para a nova Capital. O nome foi uma homenagem aos dois tradicionais rivais de Vila Boa de Goiás, a Associação Atlética União Goiana e o América Sport Club. O primeiro presidente do clube foi Elísio Taveira, que já era um dos maiores militantes do futebol na cidade de Goiás.