18/06/2015 19:39  •  Atualizada em 18/06/2015 19:39

#Programa63: Paulo Sérgio - o goleiro que virou prefeito

Filho de Hidrolândia, o ex camisa 1 relembra sua trajetória no São Paulo, Sport, futebol paranaense e goiano


Arquivo Pessoal/Paulo Sérgio

A cada dia que passa está se tornando mais comum personalidades do esporte se destacando na política. Em Goiás, o ex-goleiro Paulo Sérgio de Rezende é um exemplo deste processo, carregou o amor pela cidade natal durante a carreira esportiva e o levou a cadeira de prefeito de Hidrolândia. Neste domingo, 21, a partir do meio dia, o Futebol de Goyaz e suas histórias, chega a sua 63ª edição, para contar a trajetória do menino do interior do estado até o São Paulo de Telê Santana.

Paulinho começou nas categorias de base do Vila Nova, mas ainda muito jovem seguiu para o Rio de Janeiro defender as cores do Flamengo e do Fluminense. Desistiu do futebol. O destino e o seu Tunico lhe incentivaram em uma última tentativa na cidade de Itu.

Um acidente na fazenda quase o deixou paralítico e o impediu de realizar um grande sonho familiar: construir uma bela carreira no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Foi submetido a cirurgia que o deixou parado por 6 meses. Demonstrou superação e voltou aos gramados.

Em solo goiano vestiu a camisa do Vila Nova, Anápolis, Santa Helena e Morrinhos. Paulo Sérgio foi o primeiro reserva de Rogério Ceni, subseqüentes de Zetti em meados da década de 1990.

Futebol de Goyaz tem o apoio das TINTAS COLATEX, REDE DA CONSTRUÇÃO e BRASIL COMPONENTES AUTOMOTIVOS na missão de resgatar a origem do nosso futebol.



Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


A seleção brasileira atuou no Estado de Goiás pela primeira vez em 19/03/1978, quando venceu a seleção goiana por 3 a 1, no Serra Dourada.