Acervo - Times


Voltar para a listagem de categorias

  • Tag Times

    CRAC 2018: - Foto: Zaga

  • Tag Times

    SANTA HELENA 197X: Da esquerda para a direita. De pé: Carlão, Luizinho, Fábio, Mineirinho, Márcio Paçoquinha e Eurípedes Cabrito (Presidente). Agachados: João Henrique, Paulinho, Sérgio Leão, Raimundinho, Juá e Coelho. - Foto: Internet / Reprodução

  • Tag Times

    ITUMBIARA 1992: - Foto: Internet / Reprodução

  • Tag Times

    SÃO LUIZ 1991: Da esquerda para direita. De pé: Odair Tito (treinador), Paulo Henrique, Jovenil, Djalma Lima, Xuxa, Wires e Baiano; Agachados: Minhoca, Marton, Rubão, Juninho e Silvino. - Foto: Sebastião Nolberto

  • Tag Times

    GOIÁS 2018: Time campeão goiano de 2018. - Foto: Léo Iran

  • Tag Times

    GOIÁS E SÃO LUÍS 1984: - Foto: Sebastião Nolberto

  • Tag Times

    GOIÁS 2018: Time que empatou com o Avaí, por 2 a 2, no dia 11/04/2018, na Ressacada. Da esquerda para a direita. De pé: João Afonso; Marcelo Rangel; Brenno; David Duarte; Eduardo Brock e Júnior Viçosa. Agachados: Pedro Bambu; Maranhão; Giovanni; Caíque Sá e Carlos Eduardo. - Foto: Jamira Furlani / Avaí F.C.

  • Tag Times

    JATAIENSE 1993: Da esquerda para a direita. De pé: Mazinho, Romilton, Peniche, Júlio Alves, Ricardo Moraes e Suca; Agachados: Palhinha, Reginaldo, Amado, Doni e Careca. - Foto: Carlos Henrique

  • Tag Times

    Atlético em excursão a Ipameri-GO, delegação chefiada pelo então vereador por Goiânia Iris Rezende Machado.

    Em pé: Pitinho, Linhares, Alemão, Zé Henrique, Fabão, Mutineli, Iris Rezende (Chefe da delegação), Professor Haroldo Siqueira; Agachados: Toninho, Saulo, Odílio, Péricles e José Mendonça Telles - Foto: Livro: Atlético Sentimento, Glórias e Crônicas

  • Tag Times

    Humberto Caçapava no Goiás, o atacante é o quarto agachado da esquerda para a direita. - Foto: Acervo pessoal / Humberto Caçapava



Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Em 1985, A Caixa Econômica Federal ofereceu o prêmio de Cr$ 400 mil para o jogador que fizesse mais gols no segundo semestre. O atacante Bill do Atlético marcou 24 gols, ganhou o dinheiro e, por isso, recebeu o status de "artilheiro do Brasil".